Quanto das análises de dados na sua empresa são, de fato, transformadas em inteligência competitiva? Com alguns cuidados e técnicas específicas é possível transformar estas análises em informações estratégicas que suportam a tomada de decisões.

Empresas que não fazem análise de dados abrem mão de uma etapa fundamental para gerar conhecimento e inteligência competitiva.

Mas nem tudo está perdido! Neste artigo, mostraremos os passos para transformar dados em inteligência, com foco no crescimento do negócio. Além disso, abordaremos como o BI pode ajudar nesse processo e qualificar a gestão da empresa.

Quer obter insumos relevantes para a tomada de decisão? Então, siga com a leitura!

Busque insights antes dos concorrentes

Para que as estatísticas sejam relevantes, é essencial interpretar o contexto dos dados. Ou seja: de nada adiantam dados isolados do negócio, uma vez que fatalmente serão difíceis de ser relacionados.

Nesse sentido, é importante considerar que a qualidade das informações só será significativa e visível quando forem analisadas em conjunto com outros dados relacionados entre si.

Ao reunir grande quantidade de estatísticas, a empresa consegue direcionar o foco de seus processos para a geração de insights e obtenção de conclusões com maior eficiência. Assim, o que resulta dessa agilidade é maior produtividade e competitividade frente aos concorrentes.

Transforme as estatísticas em informações gerenciais

De fato, as estatísticas de uma empresa são muitas. Elas apresentam informações de produtos, clientes, concorrentes, dados de mercado, entre tantas outras. No entanto, o gestor precisa ter em mente que elas são fundamentais para a empresa pensar de forma estratégica, por isso não podem ser negligenciadas.

Nesse sentido, a análise é extremamente importante, pois é nessa etapa que os dados e as estatísticas são transformados em inteligência e informações gerenciais.

Tenha habilidade para transformar dados em inteligência

Quando falamos em habilidade, precisamos destacar algumas boas práticas que ajudam o gestor a conseguir transformar dados em inteligência para a tomada de decisão. Veja quais são:

defina o objetivo final: trace com clareza os resultados que precisam ser atingidos. Na sequência, estipule e alinhe com toda a equipe as próximas metas da empresa;
identifique os comportamentos que favorecem os resultados: analise quais atividades impactam no resultado esperado;
defina as fontes de dados para análise: identifique quais são os dados relevantes que precisam ser mensurados e mapeados;
utilize métricas: por fim, a performance deve ser acompanhada pelas métricas, que podem ser disponibilizadas em um dashboard para facilitar o acesso de todos na empresa.

Use os dados para guiar as decisões

Agora que os dados foram transformados em inteligência e informações gerenciais, será mais fácil compreender o movimento do mercado para apoiar a tomada de decisão.

Mas é claro que, para chegar nesse ponto, o gestor precisa compreender que a análise é muito importante — e isso não é um processo tão simples, principalmente quando feito de forma rudimentar.

A boa notícia é que o BI (Business Intelligence) pode auxiliar na gestão dos dados.

Utilize o BI para ajudar nesse processo

Genericamente, o BI é um processo de coleta, organização, análise e monitoramento de dados.

A metodologia estruturada e as tecnologias utilizadas transformam um grande volume de dados brutos em informação relevante para as tomadas de decisões estratégicas.

Assim, a empresa ganha um importante suporte para a gestão do negócio.

Gostou deste artigo? Entendeu como transformar dados em inteligência para o crescimento da sua empresa? Então baixe o nosso e-book que mostra como escolher uma ferramenta de BI!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta