Em um mercado cada vez mais exigente e concorrido, nada mais justo do que buscar se utilizar de diferentes ferramentas, técnicas e metodologias. Aprimorar seus atributos e práticas é fundamental para garantir e aumentar as vendas do negócio. Inteligência competitiva e vendas juntas fazem mágica.

A inteligência competitiva é um processo que envolve o levantamento e a análise de dados. Em virtude dessas operações, ocorre a geração de um conjunto de informações para facilitar o entendimento das condições de funcionamento do setor e de todos que trabalham nele.

Esse instrumento funciona a partir, do monitoramento dos processos internos e das ações da concorrência. Monitorar os concorrentes é essencial para desenvolver a inteligência competitiva na empresa. A razão por trás disso é que, dessa forma, é possível saber o que os demais players estão fazendo de bom e não tão bom assim, identificar oportunidades, promover transformações internas e obter uma vantagem diante do mercado.

Apresentamos, ao longo deste artigo, excelentes dicas a respeito da aplicação da inteligência competitiva nas vendas. Boa leitura!

Colete dados oriundos do mercado

A primeira e uma das etapas mais importantes nesse objetivo de aplicar a inteligência competitiva é a coleta de dados do mercado. Toda essa imensa base de dados pode e deve ser utilizada para realizar a identificação da concorrência e averiguar os seus possíveis atributos.

Esse conjunto de dados será extremamente útil, pois com ele será possível efetuar uma comparação ampla e complexa usando fontes de dados externas, sejam elas públicas ou não, tais como IBGE, CAGED, DCINFO para, dessa forma, ser capaz de identificar ameaças e oportunidades, assim como focar e destinar recursos para onde eles são de fato necessários.

Efetue um mapeamento completo da concorrência

Assim que tenha sido realizada uma abrangente coleta de dados, em etapa anterior, é a hora de se efetuar um mapeamento completo da concorrência. Com os dados obtidos, a empresa será capaz de fazer uma análise de onde a concorrência está situada e descobrir qual a região ou segmento onde existem mais oportunidades e potencial de venda.

É por intermédio dessa análise da concorrência que se pode compreender tudo aquilo que define o mercado, ou seja, suas características e comportamentos e conseguir ter ideias interessantes a respeito da estratégia dos concorrentes.

Faça um planejamento minucioso

Parte de inteligência competitiva aplicada às vendas está conectada com a aplicação de informações e elaboração de abordagens e estratégias. Sendo assim, elabore um planejamento bem detalhado, definindo e descrevendo cada uma das etapas do processo de vendas, desde o contato com os fornecedores até o momento do pós-vendas.

Utilize a tecnologia a seu favor

Use a tecnologia de automação a favor das suas vendas. Para facilitar a organização e dar mais praticidade às atividades, existem diversas ferramentas de CRM que podem ajudá-lo. Esses softwares podem ser usados tanto na etapa da coleta de dados, quanto na execução das ações cotidianas. Eles otimizam custos, tempo e elevam o desempenho.

Outra ferramenta essencial para a inteligência competitiva são os softwares de Business Intelligence, capazes de consolidar dados de diferentes fontes, realizar cruzamento entre estas base, gerar análises avançadas de negócios, mapear tendência e monitorar o desempenho das ações.

Inteligência competitiva e vendas devem caminhar em conjunto, se o desejo de crescimento e melhoria para a organização é genuíno. É a racionalização criativa do processo que trará melhores resultados.

Quer saber como transformar os dados em elementos inteligentes para a expansão dos negócios? Então leia esse nosso outro artigo sobre o assunto.