Qualquer gestor que acompanhe o mercado com atenção já deve ter percebido que aplicações de Business Intelligence nas decisões organizações está se tornando uma necessidade de sobrevivência.

Mas como criar a base para implementar o BI com sucesso? Neste artigo, vamos conversar sobre o alinhamento estratégico entre área de TI e negócios: por que fazer, como se preparar e que tipo de ajuda você pode precisar. Vamos começar?

Afinal, por que esse alinhamento é importante?

Se existe uma expressão presente em todas as discussões sobre o futuro do mercado em qualquer setor, é a transformação digital. Novas tecnologias como Big Data, Machine Learning e serviços na nuvem vêm colocando a área de TI cada vez mais próxima das áreas de negócios quando da tomada de decisões.

Mas por que isso acontece? Principalmente pela exigência cada vez maior do mercado por estratégias flexíveis, inovações disruptivas e busca por pioneirismo em novos nichos. A TI, que sempre foi empregada de forma mais operacional dentro do escritório, é o setor que pode trazer respostas e soluções para esse novo cenário.

Quais os benefícios de manter as duas áreas alinhadas?

Essa fusão não está sendo praticada em tantas empresas à toa. As vantagens competitivas que uma visão tecnológica traz para o negócio são tão relevantes que têm possibilitado o surgimento de marcas gigantes quase do zero, além de deixar para trás grandes organizações consolidadas pela demora em implementar tecnologia em seu planejamento de mercado.

O alinhamento entre área de TI e negócios garante previsibilidade e flexibilidade de investimentos baseados na estratégia corporativa para a coleta e análise de dados, além de fornecer as ferramentas necessárias para executar novos planos com mais rapidez.

Uma empresa alinhada tem mais colaboração entre os departamentos, consegue testar e validar soluções com mais velocidade e pode oferecer um atendimento de qualidade ao cliente.

No caso de empresas B2B, por exemplo, a tecnologia é capaz de utilizar inteligência tanto para o seu negócio quanto para os seus clientes, oferecendo um produto ou serviço focado na entrega e no impacto de um mercado digital — uma vantagem imensa à frente da maioria dos concorrentes.

Da teoria à prática: como funciona o alinhamento entre área de TI e negócios?

Não existe uma fórmula universal para alinhar essas duas áreas, mas o seu esforço deve ser focado na comunicação e na qualidade dos dados. O Business Intelligence é uma ponte entre estrutura e estratégia, uma série de técnicas e ferramentas para transformar grandes volumes de dados em informações relevantes para o negócio.

Portanto, o primeiro passo é incluir ambas as áreas nas reuniões estratégicas. A partir daí, busque junto a esses departamentos formas de coletar e analisar dados com qualidade, agilidade e eficácia. Um BI bem implementado é aquele que padroniza esse processo em um sistema integrado, capaz de ser utilizado colaborativamente no dia a dia de toda a empresa.

Aliás, a integração é um ponto importante. O alinhamento da TI com os negócios passa pela transformação digital de uma empresa, com a aquisição e implementação de tecnologias como sistemas de gestão automatizados, ferramentas de comunicação e SaaS.

Quais os principais desafios do processo?

A transformação digital e a integração da TI nas decisões estratégicas são passos importantes para uma reformulação total de como a empresa se posiciona no mercado. Como dissemos, esse não é um processo homogêneo para todos e precisa ser feito de dentro para fora, com uma boa estruturação tecnológica e um bom planejamento.

Ou seja, o alinhamento entre área de TI e negócios é tão necessário como desafiador na busca pelo potencial máximo da tecnologia aplicada às decisões estratégicas. Como não faltam desafios no dia-a-dia de gestores e empreendedores, que tal contar com uma ajuda especializada para garantir esse alinhamento perfeito entre tecnologia e negócio?

Entre em contato conosco! A Trinity pode te oferecer a melhor experiência que você precisa em serviços para promover a transformação digital da sua empresa.