5 motivos para usar o B.I para potencializar a gestão de negócios

O conceito de Business Intelligence envolve o conjunto de ferramentas que reúnem, organizam, monitoram e analisam as informações produzidas por uma empresa. A aplicação desses recursos possibilita o cruzamento de dados oriundos de fontes internas ou externas, auxiliando na elaboração de cenários e na projeção de resultados.

A partir desses exames, é possível gerar relatórios confiáveis para embasar a tomada de decisão dos administradores. Neste post, vamos apresentar 5 motivos para utilizar o B.I para potencializar a gestão de negócios. Boa leitura!

1. Facilita análises e decisões estratégicas

Em uma grande empresa, o alto volume de informações que circula entre os departamentos precisa ser organizado, a fim de basear as análises em fontes seguras e confiáveis. Caso não exista uma tecnologia para administrar essa quantidade de dados, a desorganização ocasiona uma sobrecarga nos gestores, atrapalhando as decisões estratégicas.

A utilização do Business Intelligence oferece à empresa números consolidados em relatórios sintetizados, disponibilizados de forma ágil e organizada. Assim, a administração consegue ter uma visão geral do negócio, o que fortalece a tomada de decisão.

2.  Permite a revisão de processos internos

Ao colher e analisar os dados fornecidos pelos processos internos da empresa, a ferramenta de Business Intelligence dá aos gestores conhecimento total do negócio. Assim, é possível estabelecer quais ações podem ser extintas, redimensionadas ou incentivadas.

Nesse sentido, usar o B.I para desenvolver uma estratégia de downsizing, por exemplo, aumenta as chances de sucesso dessa iniciativa. O mesmo vale para definir o plano de expansão de determinadas atividades.

3. Reduz custos e despesas

A redução de custos e despesas gerada pelo uso do B.I acontece a partir da eliminação de processos ineficientes. Por exemplo, a repetição sistemática de coletar, consolidar, cruzar e gerar análises de diferentes fontes de dados é extinta e substituída por relatórios e análises em tempo real. Isso permite que os recursos humanos dediquem a maior parte do tempo analisando as informações do negócio e definido estratégias e ações, do que gerando gráficos e relatórios.

Além disso, com uma ferramenta de BI possível avaliar as ações de marketing, de vendas, de pós-vendas e o retorno sobre o investimento (ROI) gerado para o negócio.

O mesmo vale para outras áreas: a partir da análise dos indicadores financeiros e de produção fornecidos pelo B.I, o gestor pode efetuar uma série de ajustes com objetivo de racionalizar custos e despesas e investir em atividades-chave para a gestão eficiente do negócio.

4. Indica tendências

A previsão de tendência do mercado é outra funcionalidade do B.I para potencializar a gestão de negócios. A partir da compilação de diversos dados, o Business Intelligence indica uma projeção de números para embasar decisões de curto e médio prazo.

Essa funcionalidade é uma vantagem competitiva importante. Ela permite que a empresa adote estratégias eficazes, esteja prevenida para cenários adversos e se mantenha sempre um passo à frente de seus concorrentes.

5. Maior compreensão dos consumidores

Afinal, o que desejam os clientes? Responder a essa pergunta diariamente é a motivação de qualquer empresa. Nesse sentido, a solução de B.I tem contribuições relevantes para dar.

A ferramenta permite reunir pesquisas de mercado, dados de consumo, indicadores de vendas e qualquer número relacionado aos consumidores. Assim, é possível prever comportamentos, projetar vendas e definir os rumos das estratégias comerciais com mais exatidão.

Como você pode observar, existem, pelo menos, cinco fortes motivos para utilizar o B.I para potencializar a gestão de negócios. A aplicação fundamenta a tomada de decisões estratégicas, oferece subsídios para revisar procedimentos internos, reduz despesas, indica tendências e possibilita a melhor compreensão do comportamento dos consumidores. A partir desses benefícios, a empresa se torna mais competitiva e forte para crescer.

Entendeu como o B.I pode ajudar o seu negócio? Então não deixe de conferir 5 vantagens das ferramentas de B.I para a sua empresa e se aprofunde ainda mais no assunto!

5 ferramentas que estão revolucionando o atendimento ao cliente

Serviço disponível 24 horas por dia, rápido e altamente resolutivo: essas são as condições que consumidores cada vez mais exigentes esperam da área de atendimento das empresas. Para se destacar nesse mercado, é preciso investir em tecnologias que facilitem os pontos de contato e fortaleçam a relação entre público e marca.

E como fazer isso? É preciso adotar os canais certos de comunicação. Neste post, explicamos como funcionam cinco ferramentas de atendimento ao cliente e de que forma elas podem contribuir para fazer uma empresa cativar a audiência. Boa leitura!

1. Customer Relationship Management (CRM)

CRM é, em português, a gestão de relacionamento com o cliente. Como o nome sugere, o conceito reúne as ferramentas e as estratégias aplicadas pela empresa para estreitar o vínculo com os consumidores.

Um software de CRM eficiente deve reunir o histórico das interações que o indivíduo teve com a marca. Assim, o programa consegue fornecer relatórios e indicadores importantes — como o índice de reabertura de chamados. Essas informações são fundamentais para embasar as decisões do responsável pelo setor.

2. Chatbots

Softwares programados para atender usuários sem interferência humana, os chatbots são cada vez mais utilizados pelas empresas. A ferramenta pode ser aplicada em sites, redes sociais ou ainda adaptada à unidade de resposta audível (URA).

Eles podem fazer desde atendimentos básicos até avançados. No primeiro caso, os robôs são programados a partir de cenários preestabelecidos. Situações que fujam a essa regra são remetidas ao apoio humano. Já no segundo, o sistema usa um algoritmo capaz de cruzar informações do banco de dados a fim de aperfeiçoar o suporte a cada nova interação.

3. Armazenamento em nuvem

A computação em nuvem tornou possível atualizar softwares de forma muito mais rápida e barata. Isso porque não é mais necessário que a empresa tenha uma infraestrutura própria para armazenar as informações.

Assim, o consumidor tem acesso a um serviço mais moderno e ágil. Sem ela, a adoção de novas tecnologias exigiria investimentos mais altos, o que prejudicaria o aperfeiçoamento das formas de atendimento ao cliente.

4. URA

Embora seja uma antiga conhecida na área de relacionamento com clientes, a URA ainda é uma ferramenta importante, que pode revolucionar a forma como a empresa auxilia os consumidores. Para isso, ela faz o atendimento automático por meio de um menu predefinido. Entre as vantagens da adoção desse sistema estão:

  • atendimento 24 horas;
  • diminuição do tempo médio de atendimento;
  • otimização da força de trabalho.

5. Business intelligence (BI)

Atualmente, com a quantidade de informações armazenadas pelas empresas, é preciso ter uma ferramenta que as analise em busca de padrões comportamentais. E é justamente essa a função de uma solução de BI. A partir do cruzamento com o banco de dados da empresa, a ferramenta transforma o conteúdo em indicadores e relatórios que podem servir de base para decisões estratégicas do gestor.

A escolha das soluções de atendimento ao cliente deve acontecer a partir da análise do comportamento do consumidor: o atendimento por chatbots, por exemplo, é ineficaz para quem não tem familiaridade com a internet. Nesses casos, usar a URA em apoio ao atendimento por telefone pode trazer resultados melhores. O importante é estar apto a resolver problemas e sanar dúvidas, para tornar o público fiel à marca.

Gostou de saber um pouco mais sobre as ferramentas de atendimento ao cliente? Então compartilhe este post nas suas redes sociais e contribua para que outros interessados conheçam mais sobre o assunto!

CRM e gestão empresarial: como essa combinação pode ser vantajosa?

Desenvolver um bom relacionamento com seus clientes é fundamental para o sucesso de sua empresa. Para isso, é preciso alinhar as estratégias de CRM à gestão empresarial de modo que elas otimizem processos, entreguem uma experiência única ao cliente e forneça informações relevantes sobre sua empresa.

Se você ainda tem alguma dúvida de que o Customer Relationship Management (CRM) — Gestão de Relacionamento com o Cliente — é para você, continue a leitura deste artigo!

Otimização de processo e de tempo

Ao utilizar um software CRM, todas as informações referentes aos perfis dos clientes, status de negociação e pontos de contato com a empresa, ficam devidamente armazenadas e organizadas em um único lugar.

A partir disso, os processos passam a ser otimizados, o que reduz o tempo de procura por informações, facilitando a compreensão da atual situação do cliente, além de agilizar o atendimento, possibilitando solucionar problemas de maneira mais rápida.

Redução de custos e aumento da receita

Por meio do CRM é possível identificar e acompanhar em qual estágio do funil o cliente se encontra, permitindo que o time de vendas foque somente naqueles que estão perto do momento de compra, evitando que percam tempo com negociações que têm poucas chances de conclusão.

Desse modo, os vendedores terão mais tempo para as novas negociações com potencial, reduzindo o custo de aquisição de clientes e, consequentemente, aumentando as taxas de vendas e a oferta de produtos relacionados para aumentar o ticket médio.

Análise de performance

Outra grande vantagem de um CRM é a possibilidade de estabelecer métricas e acompanhá-las continuamente e em tempo real, de modo a oferecer um panorama sobre o desempenho das equipes de vendas e de marketing, além da identificação de gargalos e problemas de fluxo.

Índices de satisfação dos clientes em relação aos produtos, serviços oferecidos e ao atendimento prestado, SLA (Service Level Agreement), tempo de resolução de chamados e outros indicadores de pós-vendas também são facilmente geridos pelo CRM.

Subsídios para estratégias e ações

Toda e qualquer ação estratégica de uma empresa deverá ser embasada em dados concretos, atualizados e de procedência confiável. Ao aliar o CRM à gestão empresarial, você terá uma grande quantia de informações relevantes sobre a empresa, que permitirá avaliar a situação e apontar o melhor caminho.

Esses dados se referem ao perfil do cliente, valor do ticket médio, processos de venda, índice de conversão de oportunidades em vendas etc. Mas, além de levantar esses dados, é preciso analisá-los com atenção e, a partir deles, extrair insights sobre a direção que a empresa e o mercado estão tomando ou devem tomar.

Integração com outras plataformas de gestão

Apesar de todas as suas funcionalidades, um CRM torna-se ainda mais poderoso se integrado a outras plataformas de gestão, como o ERP, site, e-commerce, ferramenta de BI.

Essa integração é necessária, pois, além das informações sobre seus clientes e processos de vendas, é preciso gerenciar outra dúzia de dados sobre a empresa como, por exemplo, o financeiro, o controle de estoque, o tráfego no site etc.

Somente com o cruzamento de todas essas informações de forma automática, é possível avaliar os aspectos da empresa e realizar uma verdadeira otimização de processos. Afinal, todos os setores precisam trabalhar em sinergia.

Integrar as estratégias de CRM e a gestão empresarial é essencial para a sobrevivência de qualquer empresa nos dias de hoje e, por essa razão, recomenda-se o apoio e orientação de uma consultoria focada em inteligência de negócios, como a Trinity.

Que ficar por dentro de mais informações como estas? Assine a nossa newsletter e receba as melhores dicas em seu e-mail!