Hello

Saiu o quadrante mágico do Gartner Group para 2017 e o Power BI é líder em Business Intelligence e Analytics.

Veja o Quadrante para 2018

Anualmente a Gartner divulga diversos estudos sobre ferramentas de mercado com objetivo de ajudar as empresas em suas decisões de compra. Mas como analisar o quadrante mágico do Gartner?

Exibido em um gráfico de dispersão onde o Eixo X mostra a Abrangência da Visão (Completeness Of Vision) e o eixo Y mostra a Habilidade para Executar (Ability to Execute), as diversas ferramentas são dispostas em quadrantes denominados como Líderes (Leaders), Desafiantes (Challengers), Visionários (Visionaries) e Competidores de Nicho (Niche Players), vamos falar um pouco sobre a importância de cada um destes eixos e quadrantes e seus significados.
O Quadrante mágico:

Estar representado no Quadrante mágico do Gartner já é uma grande conquista, somente as empresas que cumprem alguns critérios como abrangência geográfica, amplitude em diversos setores e receita mínima entre outros é que são avaliados, e somente os 24 melhores aparecem no quadrante.

Veja no gráfico abaixo a movimentação dos fornecedores de 2016 para 2017. Apesar dos Líderes Microsoft Power BI, Qlik e Tableu permanecerem os mesmos, houve troca de posições e algumas grandes movimentações que podem ser vistas na aplicação abaixo:

Embora o quadrante mágico consiga mostrar claramente os melhores fornecedores na forma de capacidade de execução e abrangência da visão, sugiro que você adicione também um terceiro eixo com o custo de cada solução, não se esquecendo de considerar também, além dos custos de licença, custos de servidores, softwares adicionais, suporte, manutenção e outros custos envolvidos no projeto. Tenho certeza que, assim como eu, você vai se surpreender com o resultado.

É importante avaliar também cada eixo de forma separada, entendendo o que ele representa:

Abrangência da Visão (Completeness Of Vision)

Os fornecedores são avaliados sobre sua compreensão das forças de mercado e como elas podem ser exploradas para criar valor para os clientes e oportunidades para si. A abrangência da Visão também avalia a capacidade dos fornecedores para suportar as principais tendências que irão conduzir o valor dos negócios no futuro. Pensando que este é um item importante quando o assunto é preservar o investimento que está sendo feito hoje, olhar para este eixo pode indicar quem deve estar melhor posicionado no futuro. A visão muda um pouco para os Líderes do Quadrante Mágico, com a Microsoft Power BI em primeiro, seguido de ninguém menos que Salesforce, Cleardata e Tableau, IBM e SAS nas seis primeiras posições, veja o gráfico com todos os fornecedores:

Habilidade para Executar (Ability to Execute)

Os fornecedores são julgados pela sua capacidade em fazer da sua visão uma realidade para os clientes, proporcionando uma experiência positiva ao cliente desde o processo de compra, qualidade do produto, suporte, capacitação dos usuários e facilidade de upgrade. É a habilidade de executar que vai resolver o seu problema hoje. Neste ponto, na parte superior do quadrante, temos bem isolados a Tableau e a Microsoft Power BI e um pouco abaixo a Qlik. Todos os demais fornecedores estão na parte inferior do quadrante.

O que significam os quadrantes?

Líderes: Onde todas as ferramentas querem estar, são os fornecedores que demonstram uma sólida compreensão das capacidades do produto e compromisso com o sucesso do cliente, juntamente com um modelo comercial facilmente compreensível e atraente, que gere valor ao cliente, permita compras incrementais e atenda em escala empresarial. No mercado moderno de BI são feitas ou fortemente influenciadas por usuários de negócio, que buscam produtos fáceis de comprar e de utilizar, que possam ser utilizadas sem grande conhecimento técnico. Em um mercado em rápida evolução, um líder deve demonstrar também que não está focado apenas na execução, mas tem um roteiro robusto para se solidificar sua posição como líder de mercado futuro, protegendo assim o investimento dos compradores de hoje.

Desafiantes: São Produtos bem posicionados para ter sucesso no mercado, no entanto ainda podem ter casos de uso limitados. Sua visão pode ser prejudicada pela falta de uma estratégia entre os diversos produtos em suas carteiras ou podem faltar esforços de marketing, vendas, presença geográfica e amplitude em diversos setores.

Visionários: Tem uma visão forte e única para a entrega de uma plataforma de BI, oferecem profundidade de funcionalidades nas áreas dominam mas podem ter gaps em funcionalidades para atender um mercado mais amplo. Visionários são empresas inovadores e podem ser classificados como visionários pela falta de escala ou preocupações sobre sua capacidade de crescer e ainda oferecer soluções consistentes.

Competidores de Nicho: Estas ferramentas fazem bem em um segmento específico do mercado – como aplicações em nuvem, comunicação ágil, dashboard, integração de grande volume de dados – ou tem capacidade limitada para inovar ou superar outros fornecedores. Eles podem ser muito bons em um aspecto específico, mas falta profundidade em outros. Também estão aqui as ferramentas com recursos limitados para implantação, suporte, e bases de clientes menores (geograficamente ou por indústria).

Descubra o que a ferramenta de business intelligence e analytics mais bem posicionada pelo Gartner Group pode fazer por você e pela sua empresa. Baixe Agora Gratuitamente o Power BI.