Acaba de ser lançado o relatório anual do Gartner Group, também conhecido como “quadrante mágico”, que tem como objetivo avaliar como os fabricantes estão posicionados no mercado, de acordo com a entrega de suas soluções para determinados setores. E, mais uma vez, o Power BI foi posicionado como líder no Quadrante Mágico para Analytics and Business Intelligence Platforms.

Entendendo o Quadrante Mágico

Para analisar o quadrante mágico do Gartner, é preciso compreender incialmente como ele agrupa os produtos ofertados de cada fornecedor, sendo eles:

Líderes: Considerado o setor alvo dos fornecedores avaliados, nele estão posicionadas as soluções que demonstram uma sólida compreensão das capacidades do produto e o compromisso com o sucesso do cliente, além de contarem com um modelo comercial facilmente compreensível e atraente, que gere valor ao cliente, permitindo assim uma melhor tomada de decisão.

Desafiantes: Se caracterizam como produtos bem posicionados para ter sucesso no mercado, contudo, podem apresentar cenários de limitação na sua utilização. Sua visão pode ser prejudicada pela falta de uma estratégia entre os diversos produtos em suas carteiras, ou em virtude da carência de esforços em setores como marketing, vendas, presença geográfica, entre outros.

Visionários: Adotam uma visão de mercado mais detalhista, sendo capazes de compreender com uma maior clareza de como a solução tenderá futuramente, e com isso, tomar uma decisão estratégica sobre essa futura mudança.

Competidores de Nicho: Ferramentas que possuem um grande potencial de mercado, porém, apenas quando aplicadas em um segmento específico, com abrangência limitada, são reconhecidas pelo ganho de mercado apenas em alguns nichos.

Para entender melhor, veja abaixo uma aplicação pública do Power BI demonstrando, nos últimos três anos, como tem sido a movimentação dos players dentro dos quadrantes, para a categoria de Analytics e Business Intelligence.

(Clique no Play para iniciar a animação)

Este ano, 20 fornecedores tiveram suas plataformas avaliadas, dentro de critérios pré-estabelecidos, que levam em consideração os seguintes casos de uso:

  • Provisionamento ágil e centralizado do BI;
  • Análises descentralizadas;
  • Governança na descoberta de dados;
  • OEM ou Embedded BI;
  • Implementação na Extranet.

Em cada caso de uso, 15 recursos foram avaliados nas seguintes categorias:

1. Infraestrutura:

  • Administração;
  • Segurança;
  • Arquitetura da plataforma;
  • Cloud BI;
  • Conectividade de fonte de dados de ingestão.

2. Gerenciamento de Dados:

  • Gerenciamento de Metadados;
  • ETl (Extract, Load and Transform);
  • Armazenamento de Dados;
  • Preparação de Dados Self-Service;
  • Escalabilidade e Complexidade – Modelo de Dados.

3. Análises e Criação de Conteúdo:

  • Análises Avançadas para Cientistas de Dados;
  • Dashboards Analíticos;
  • Exploração Interativa Visual;
  • Descoberta de Dados Aumentados;
  • Exploração e criação de Dispositivos Móveis.

4. Compartilhamento de Achados (ou Descobertas):

  • Conteúdo Analítico Embutido;
  • Publicação;
  • Compartilhamento e Colaboração no Conteúdo Analítico.

5. Capacidades Globais:

  • Facilidade de Uso;
  • Apelo Visual;
  • Fluxos de trabalho integrados.

Como líder, o Power BI reforça mais uma vez seus grandes diferenciais de mercado, como o baixo custo de implantação e expansão, o que vem fazendo com que muitas empresas façam a migração de  sua solução de BI atual para o Power BI, a facilidade de uso e apelo visual na utilização da ferramenta e a integração com ferramentas como Cortana, Flow e Dynamics 365,  que permite que o potencial do Power BI seja ainda mais explorado em áreas relacionadas como Colaboração e Analytics, entregando uma soluções de ponta a ponta com outros produtos Microsoft.

Outro ponto destacado pelo Gartner foram as atualizações constantes recebidas pelo produto. Atualmente, o Power BI é atualizado mensalmente, com novas funcionalidades que visam não somente acompanhar as demandas do mercado, como permitir que os usuários desenvolvam relatórios de forma cada vez mais otimizada, onde é possível também ter acesso a um fórum que recebe constantes feedbacks e sugestões da comunidade.

Ficou mais interessado em conhecer o Power BI? Veja esse artigo com perguntas e respostas sobre o Power BI, ou então, faça o download da solução em nosso site e baixe o guia de uso agora mesmo.