Posts

A utilização de Business Intelligence vem crescendo cada dia mais nas organizações, que esperam, com essa solução, administrar com eficiência e tirar o máximo proveito do alto e crescente volume de informações que coletam de fontes diversas.

Infelizmente, as tentativas de implantação da tecnologia, em muitas empresas, terminam em fracasso e problemas em projetos de BI são bastante comuns.

Muitas vezes, os profissionais envolvidos no projeto não estão preparados para lidar com a nova interface de dados ou não têm uma visão clara dos objetivos da empresa em relação ao sistema, o que compromete a eficácia do projeto.

Neste artigo, você vai saber quais os problemas mais comuns em um projeto de BI e entender o que deve ser feito para evitá-los. Continue a leitura!

Falta de planejamento

Antes de implantar um sistema de BI, é preciso definir claramente quais os objetivos que se deseja alcançar, entender a estrutura de dados, o perfil da empresa e quais as necessidades dos gestores para, só então, traçar as etapas do projeto, garantindo que tudo ocorra no seu devido tempo e traga resultados eficazes.

Também é importante definir KPIs (indicadores chave de desempenho), a fim de acompanhar e mensurar os resultados, facilitando o cálculo do retorno sobre o investimento e a eficácia do sistema.

A falta de planejamento e visão global de longo prazo pode resultar em apenas algumas poucas melhorias em relatórios com dados que já circulavam pela organização, sem apresentar o dinamismo esperado, restringindo-se a áreas específicas e sem alinhamento com os gestores.

Falta de suporte multiplataforma

Um dos pontos que devem ser observados é a aquisição de uma ferramenta de Business Intelligence que ofereça suporte multiplataforma.

Muitos sistemas de gestão possuem suas visões analíticas acopladas, porém, para se fazer, ter e colher os verdadeiros resultados do Business Intelligence é preciso que a plataforma de BI seja capaz de acessar e cruzar de diferentes fontes de dados como CRM, ERP e até mesmo fontes externas de dados e estatísticas, como o IBGE, CAGED, entre outras, pois com isso é possível analisar e gerenciar dados diversos para se obter informações completas e bem estruturadas de real valor para a organização e consequentemente, que gere resultados mais eficazes.

Falha nos dados mapeados

Por melhor e mais atraente que seja um sistema, ele trabalha a partir dos dados que recebe e armazena, portanto, é muito importante que as informações estejam corretas e atualizadas em suas fontes.

Esse é um grande desafio, já que, muitas vezes, ao implantar o sistema, ele capta dados utilizados pela empresa que podem conter erros, estar incompletos ou até inacessíveis.

É muito importante que a estrutura de dados seja administrada de forma eficiente e que os dados internos sejam sempre atualizados para que o sistema possa apresentar resultados consistentes.

Ausência de gestão da mudança

Planejamento é mesmo fundamental desde a decisão de implantação do sistema, mas também é muito importante contar com uma equipe de gestão da mudança. Afinal, durante sua implantação, podem ocorrer tanto mudanças externas, que exijam adequações, como descobertas de falhas ou mudanças internas da organização, que exigirão alterações em sistemas e em processos para que os resultados do BI sejam efetivos.

Portanto, é preciso trabalhar com uma equipe preparada para prever e entender a importância das mudanças e capaz de realizá-las ao longo projeto. A ausência da gestão da mudança pode incorrer em gastos inesperados e atrasos na implantação do sistema.

Falta de treinamento da equipe

Será, com certeza, um mau negócio implantar um sistema de BI sem buscar o engajamento e o treinamento dos funcionários na utilização.

A medida pode ser uma mudança incômoda para quem está acostumado a tratar dados e analisar planilhas e relatórios no Excel, assim, muitos podem apresentar resistência à alteração.

Esse é um ponto que deixa clara a importância de uma parceria com uma empresa especializada em consultoria e implantação de sistemas BI. Ela oferece todo o preparo e o treinamento de que a sua equipe precisa para entender e operar o sistema com eficiência.

Os profissionais especializados estão habituados a trabalhar com a implantação do sistema desde o seu planejamento até que ele esteja em funcionamento e sendo bem utilizado pelos colaboradores.

Juntamente aos gestores, eles vão comandar com eficiência cada etapa do projeto, minimizando drasticamente os problemas em projetos de BI. Portanto, a melhor solução para acertar no seu investimento é contar com a parceria de uma empresa focada e experiente em inteligência de negócios.

Quer saber como escolher a melhor ferramenta de BI para otimizar os processos da sua empresa? Baixe nosso e-book!

Acaba de ser publicado o relatório do Gartner Group para Analytics e Business Intelligence Platforms e, pelo 12º ano consecutivo, a Microsoft aparece no Quadrante Mágico.

Com uma visão abrangente de produto, experiência de vendas positiva, baixo custo, experiência intuitiva para os usuários e altos níveis de satisfação, a ferramenta de Business Intelligence da Microsoft, o Power BI, é líder isolado no Quadrante Mágico de 2019.

Continue lendo e descubra o que faz do Power BI a plataforma mais bem posicionada no mercado de Analytics e Business Intelligence.

O Relatório do Gartner

Todo ano o Gartner Group realiza estudos sérios e aprofundados que avaliam ferramentas de mercado e dos mais diversos segmentos para ajudar empresas em suas decisões de compra. Uma das categorias é a que avalia Plataformas de Business Intelligence e Analytics.

Neste mercado repleto de fornecedores, são avaliadas grandes e consolidadas empresas até novos entrantes. Os fornecedores tradicionais de plataformas de BI evoluíram para incluir uma moderna descoberta de dados baseada em imagens, governança e análises aumentadas. Já os mais novos se concentram no desenvolvimento de agilidade, governança, escalabilidade, publicação e compartilhamento.

O Santo Graal das Plataformas de Analytics e Business Intelligence – ou seja, a solução mais bem posicionada no quadrante mágico – é aquela que condensa numa plataforma única e integrada, todos os recursos mais desejados e que ainda disponibiliza os melhores recursos emergentes da categoria.

O Que as Empresas Buscam nas Plataformas de BI?

O Gartner Group define os critérios de seleção de fornecedores e avaliação das plataformas com base numa extensa pesquisa de mercado, que reflete exatamente aquilo que os clientes e compradores desejam e esperam de soluções modernas de Analytics e Business Intelligence:

  1. Experiência do Cliente: Capacidade da solução em gerar benefícios para o negócio, combinado com disponibilidade de recursos e ferramentas de capacitação do usuário, consultas por voz, construção de análises arrasta e solta, descoberta de dados manual e automática.
  2. Operações: Qualidade do produto, recursos de suporte e facilidade de migração.
  3. Experiência de Vendas: Satisfação no processo de pré-venda, facilidade de contratação, preço, gerenciamento de contas, facilidade de aquisição/cancelamento de licenças e assinatura.
  4. Compreensão de Mercado: Facilidade de uso para consumidores e desenvolvedores, apelo visual, facilidade de uso para administração e implantação além da capacidade de atender tanto cenários que exigem previsibilidade e estabilidade, quanto cenários exploratórios e de experimentação.
  5. Complexidade de Análise: Facilidade de lidar com dados complexos, capacidade de manipulação destes dados, formas de análises interativas e análises aumentadas, o que inclui a variedade de conexão com fontes de dados, capacidade de combinar várias fontes, análises preditivas, mineração de dados, machine learning, entre outras.
  6. Habilitação do Usuário: Documentação, tutoriais on-line para autores de conteúdo, tutoriais on-line para consumidores, comunidades on-line, conferências, treinamento, e-learning e disponibilidade das habilidades do fornecedor e do mercado em geral.
  7. Benefícios Comerciais: Aumento de receita, decisões melhores e mais rápidas, maior satisfação do cliente final, redução de custos e despesas de TI, expansão dos tipos de análises de negócios, melhores informações para mais pessoas, vinculação de KPIs aos objetivos corporativos, monetização de dados.

O Poder do Power BI

O Power BI, solução de Analytics e Business Intelligence da Microsoft analisada pelo Gartner Group aparece como líder isolado. Com um roteiro abrangente e visionário para a evolução do produto cujo objetivo principal é globalizar e democratizar o Business Intelligence, a forte aceitação e adoção do Power BI e os altos níveis de satisfação dos usuários continuam crescendo cada vez mais.

Além da facilidade de preparação de dados, descoberta de dados baseada em visuais, painéis interativos e análises aumentadas num único produto, a solução Power BI Desktop permite que os usuários avançados executem mashups de dados complexos que envolvem diversas fontes de dados locais e também pode ser usado como uma ferramenta de análise pessoal autônoma e gratuita.

O grande poderio do Power BI enquanto plataforma de Analytics e Business Intelligence está essencialmente no seu baixo custo, na experiência positiva de vendas, na facilidade de uso para diversas e complexas análises, na comunidade de usuários robusta, ativa e engajada, no investimento visionário que tem sido feito pela Microsoft em recursos inovadores como, serviços cognitivos, análises de sentimento e imagem, machine learning, inteligência artificial, tudo isso para ser usado por pessoas com habilidades mínimas em ciência de dados.

Embora o Power BI tenha começado a ser usado principalmente como self-service BI, os clientes de referência da Microsoft agora o utilizam principalmente para análise descentralizada (61%) e provisionamento de BI ágil e centralizado (54%).

Quer conhecer um pouco mais sobre a ferramenta líder isolada no quadrante mágico do Gartner Group para Analytics e Business Intelligence? Faça agora o Download do Power BI e crie uma conta para até 25 usuários por 30 dias grátis.

 

Fonte: https://www.gartner.com/