Posts

O Business Intelligence (BI) está evoluindo com muita velocidade. Hoje, já são discutidas as diversas tendências modernas que apontam para o futuro desse conceito, visando sempre suprir as necessidades emergentes, como a mobilidade, velocidade e eficiência. As empresas querem analisar dados de maneira mais rápida, certeira e antecipar problemas de forma holística.

Se desejarem conhecer uma ferramenta que vai ajudar a integrar informações, realizar previsões e realmente contribuir com o dia a dia, os gestores e analistas precisam saber o que é Mobile BI. Para aprender sobre o conceito e sua importância, acompanhe este artigo.

O que é Business Intelligence?

O Business Intelligence é o conjunto de métodos, técnicas e processos focados em transformar dados brutos em insights valiosos de negócio. É uma cultura que auxilia na tomada de decisão, conferindo mais segurança e confiabilidade para a gestão com o suporte de informações sólidas.

O BI é uma solução empresarial para os tempos de Big Data, ou seja, de geração espontânea de volumes enormes de dados, não necessariamente estruturados, em alta velocidade. Com seus princípios, as organizações conseguem coletar, integrar, limpar, cruzar, filtrar e analisar o que é gerado.

Para que essas informações se tornem conhecimento útil, elas precisam estar reunidas, ser processadas por algoritmos inteligentes e estar disponíveis de forma segura e confiável de qualquer lugar. No entanto, esse já não é um grande desafio, visto que a tecnologia tem evoluído e permite que esse processamento seja feito sem muita complexidade associada.

No contexto atual, as companhias utilizam softwares de BI para integrar dados, gerar visualizações intuitivas e executar as funções já citadas. Contudo, uma das grandes demandas continua sendo a análise mais rápida, que seja eficiente e proativa, e reduza custos e prejuízos. Com o objetivo de suprir essa finalidade, surgiu o Mobile BI.

O que é Mobile BI?

A versão mobile da aplicação de Business Intelligence busca reduzir as barreiras de tempo e espaço a fim de tornar as análises ainda mais práticas. Assim, a ferramenta é capaz de gerar insights precisos e relevantes para momentos específicos, além de estar disponível a um clique sempre que necessário.

Nesse modelo, o usuário pode acessar e visualizar relatórios de qualquer lugar, bem como realizar ações sem precisar estar conectado ao desktop. Ele consegue acessar e controlar dashboards e indicadores em seu celular, e essa liberdade favorece o trabalho no dia a dia.

Isso tudo contribui para que o profissional adquira uma visão mais ampla do negócio e do que ocorre em tempo real, o que implica em decisões abrangentes e verdadeiramente efetivas. Assim, os responsáveis pela análise são capazes de entregar resultados e insights rápidos aos seus superiores, gerando um fluxo de trabalho mais ágil.

O que avaliar antes de escolher?

Antes de selecionar uma solução de BI, é importante avaliar a facilidade de uso da ferramenta e se ela é amigável e intuitiva para quem não é de TI. Afinal, o objetivo do Mobile BI é justamente ser uma opção mais democrática e acessível, então, ela não pode ser técnica e complexa.

Como com todo software de Business Intelligence, também é fundamental verificar se a alternativa é personalizável, ou seja, se viabiliza a adaptação ao estilo específico de negócio da sua empresa. O sistema deve oferecer uma variedade de opções de visualização dos dados, por exemplo.

Vale destacar, também, a importância de uma análise minuciosa da marca fabricante, sua experiência, credibilidade no mercado e compatibilidade com a necessidade de sua companhia. Além disso, é importante checar a qualidade do suporte e do atendimento para que seja possível extrair o melhor resultado.

O Business Intelligence está evoluindo e incorporando outras tecnologias a fim de suprir as necessidades modernas e resolver os problemas com maior eficiência. Um exemplo é o suporte à mobilidade nos novos modelos de BI. Isso permite que as companhias analisem mais dados em velocidades maiores e tomem decisões assertivas em tempo real.

Gostou de descobrir o que é Mobile BI? Então, aproveite para aprender a utilizar o BI para atrair e reter clientes!

O Business Intelligence (BI) é um conceito de muita relevância para o mercado moderno, que está cada vez mais competitivo e exigente. Para obter ajuda no processo de tomada de decisão, adquirir conhecimento dos indicadores relevantes e otimizar os processos internos, um software de BI é imprescindível.

Quer saber mais? Então confira o artigo que preparamos sobre o assunto!

O que é um software de BI?

O Business Intelligence, termo em inglês para inteligência de negócios, consiste em uma cultura focada em dados. É o uso de informações coletadas para facilitar a gestão e a tomada de decisão.

O conceito se baseia na organização de dados de uma forma estratégica para gerar mais valor para a companhia e cooperar com a administração. Surgiu como uma mudança de paradigma com relação ao modelo antigo que era caracterizado por decisões baseadas em intuição. Com o BI, as escolhas são amparadas por um bom conjunto de informações, que revelam o estado atual da organização.

Como F. V. Primak informa em seu livro “Decisões com BI (Business Intelligence)”, o termo surgiu na década de 80 no Gartner Group e evoluiu à medida que o mundo empresarial foi se tornando mais complexo e as tecnologias foram invadindo esse ambiente.

Esse conceito é materializado nas companhias como ferramentas computacionais robustas que auxiliam na gestão com a análise e coleta de dados. Esses sistemas podem ser integrados com outras aplicações da empresa para incrementar a capacidade de visualização e otimizar as análises.

Em uma pesquisa de 2016, 60% das empresas responderam que desejam acelerar os investimentos na área, pois compreendem seu potencial. Para 54% dos entrevistados, melhorar a visualização dos dados é um imperativo estratégico. Ou seja, BI é tecnologia em crescimento.

Como funciona um software de BI?

Um software de BI fornece conhecimento para os utilizadores por meio de relatórios, gráficos e dashboards. Depois de coletar, organizar e analisar os dados brutos, o sistema gera valor e exibe em formas fáceis de visualizar para que os gestores possam decidir o que fazer baseado nisso.

As aplicações coletam todos os tipos de dados: internos, relacionados com os processos das companhias, etapas de produção e questões operacionais; bem como externos, referentes aos clientes e ao mercado como um todo.

Logo após a coleta, o sistema organiza esses dados em bases prontas para armazená-los. Depois disso, essas informações em estado bruto são mineradas com ferramentas de ciência de dados e estatística para identificação de padrões, correlações e algum tipo de sentido.

Depois das fases de coleta, organização e processamento, o BI consegue encontrar valor no conjunto de entrada e fornece isso como saída com os métodos de visualização já mencionados. Então, vem a fase de monitoramento que, como o nome já diz, consiste no acompanhamento por parte dos executivos.

Além das questões operacionais, os sistemas de BI também ajudam a controlar funções estratégicas, com análises e previsões para longo prazo, estatísticas mais complexas e indicadores de desempenho (KPIs). É possível também criar análises preditivas, que, com base nos padrões encontrados, conseguem prever o que vai acontecer no contexto do negócio.

Como um software de BI pode ser utilizado na empresa?

Por causa de suas funcionalidades já citadas, o BI pode ser utilizado para auxiliar e reforçar a gestão estratégica, permitindo um controle maior de objetivos e metas, bem como do histórico de ações. Com ele, o gestor tem mais certeza de suas ações, pois consegue mensurar bem as consequências de cada uma delas.

Também pode ajudar a identificar tendências de mercado, o que ajuda a empresa a se posicionar e se destacar diante da concorrência. Decisões mais adequadas podem ser tomadas, como adaptação a uma abordagem mais moderna que poderá render melhores resultados.

Mas além das questões estratégicas, o BI também pode ajudar nas decisões do dia a dia, que dizem respeito às operações internas. Por exemplo, o funcionamento de um determinado equipamento na empresa pode estar comprometido por algum motivo, mas o conhecimento gerado por ferramentas de Business Intelligence ajuda a optar pela melhor saída para esse problema. Aliás, é possível, inclusive, monitorar a saúde do maquinário para prever situações como essas.

Aplicações de BI auxiliam na segmentação em campanhas de marketing e na preparação de ações mais efetivas para atrair mais clientes. Com os dados coletados e analisados, a empresa consegue chegar a uma estratégia eficiente que sabe exatamente como abordar as pessoas para convertê-las em consumidores.

O relacionamento da empresa com o público melhora também, já que os executivos passam a ter um conhecimento maior do perfil dos clientes, suas preferências e necessidades, e podem investir em ações mais específicas.

Ademais, a gestão dos produtos e da logística também é reforçada, com monitoramento e uma análise completa que permite uma visão ampla de todos os ativos e bens da organização, bem como do estoque.

Quais as vantagens de um software de BI?

Veremos agora algumas principais vantagens dos softwares BI.

Otimização de processos

Um dos benefícios é a otimização dos processos, que se dá com a eliminação de gargalos operacionais. Assim, a equipe interna consegue agilidade para trabalhar e para entregar resultados de qualidade. O sistema possibilita prever problemas e se preparar para eles, além de tomar decisões para resolver os que ocorrerem em menos tempo e com mais eficácia.

Análise de desempenho

A possibilidade de contar com relatórios, gráficos e outras técnicas de visualização permite que os gestores acompanhem as performances das equipes e monitorem as etapas de produção a fim de buscar melhorias significativas e pontuais. Assim, eles conseguem otimizar a produtividade.

Para empresas com lojas franqueadas, por exemplo, a grande vantagem é a capacidade de monitoramento remoto, que ajuda a identificar os pontos fortes e fracos. É possível ainda compreender a queda de vendas em determinado momento do ano.

Melhor gestão de informações

Ter um sistema de BI na empresa é como contar com uma ferramenta poderosa que melhora a gestão e o fluxo de informações. Os líderes dispõem de dados sempre que necessário, o que facilita bastante o dia a dia.

Muitas empresas que não utilizam BI ficam surpresas com os próprios resultados no final do mês e não conseguem compreender como falharam em determinados objetivos traçados. Quem utiliza esse tipo de sistema de análise consegue entender o negócio em tempo real e gerenciar tudo o que acontece e, assim, não é surpreendido.

Redução de custos

Os benefícios citados implicam em redução de custos para as companhias, afinal, com menos problemas operacionais os recursos são utilizados de maneira mais eficiente. Além disso, com uma tomada de decisão mais precisa, os líderes ficam aptos a eliminar gastos desnecessários.

Automação

Outra grande vantagem é a possibilidade de contar com ferramentas que automatizam o trabalho e evitam o esforço humano em questões repetitivas e burocráticas, para que eles fiquem livres para trabalhos mais estratégicos. Assim, a precisão nas atividades aumenta, com menos erros e falhas.

Quais as principais características e diferenciais do Power BI?

A seguir, vamos conhecer algumas características que destacam a solução PowerBI da Microsoft.

Custo-benefício

Por ser uma solução baseada na computação em nuvem, o Power BI se destaca por conta do custo reduzido. O investimento inicial para implantar o sistema é baixíssimo: apenas 10 dólares mensais. Não requer gastos com licenças, nem custos para manter servidores.

Facilidade de uso

O sistema é intuitivo e a Microsoft oferece uma documentação robusta e completa para auxiliar no uso. Os dados podem ser visualizados via navegador ou aplicativo móvel, e é possível acessar um relatório já em duas semanas ou um mês.

Performance

Por ser um sistema na nuvem, a performance é outro ponto a se destacar, com uma boa capacidade de processamento e velocidade na disponibilização de informações.

Conectividade

O Power BI também é compatível com diversas outras ferramentas do mercado, bancos de dados mais comuns e outras aplicações em nuvem. Ademais, os usuários podem integrar o programa com a linguagem R e combinar o poder dessas duas tecnologias para análises preditivas.

O Business Intelligence é um conceito fundamental para auxiliar na gestão, pois permite uma visão ampla dos negócios a partir da análise de dados. Assim, fica mais fácil para tomar decisões adequadas aos processos e às necessidades e conseguir resultados concretos para crescimento do negócio e otimização das atividades internas.

Agora que você já sabe mais sobre as vantagens de um software de BI, acesse nosso site e comece agora mesmo a testar o Power BI!

Toda organização, independentemente de seu porte ou segmento de atuação, sempre pensa em criar e entregar os melhores produtos e/ou serviços. Essa é uma posição louvável, porém, nos dias atuais, é inadmissível, sobretudo para uma empresa B2B, não ter a análise de dados como parte integrante da rotina corporativa.

Isso significa que não basta desenvolver excelentes soluções ou focar na atração de novos clientes. É preciso desenvolver uma visão crítica que, por meio da análise de dados, consiga extrair informações acionáveis e úteis para fundamentar o processo de tomada de decisões.

Pensando nisso, mostramos, ao longo deste artigo, que somente com essa análise é possível ter uma visão real do seu negócio e efetivar as mudanças necessárias para alavancar os resultados. Boa leitura!

O que é possível visualizar com a análise de dados?

Muitos executivos supõem erroneamente que o objetivo final de cada análise responde a uma pergunta específica. Todavia, é altamente recomendável assegurar uma visualização que permita a experimentação.

Para tomar decisões mais assertivas, não há por que se limitar ao clássico gráfico que representa dados numéricos para criar um argumento. Uma das possíveis formas consiste em começar com um esboço que o ajude a definir o escopo de sua pergunta ou a melhor maneira de explicá-la.

Não importa que o esboço não apresente dados estritamente quantitativos e empíricos, uma vez que o mais importante é que representem ideias para chegar a uma conclusão correta.

Poder contar com ferramentas adequadas de BI (Business Intelligence) e relatórios facilmente gerados e manejáveis é de grande ajuda nesse estágio.

Quais as vantagens para sua empresa?

As vantagens que sua empresa pode acessar dependerá, objetivamente, do tipo de decisão que está para ser tomada. Por exemplo, seja para o fim de lançar um novo produto e/ou serviço ou atingir um novo segmento, a análise de dados pode fornecer à sua organização as informações necessárias para:

  • selecionar os canais de distribuição mais apropriados;
  • mensurar a satisfação dos clientes e conhecer melhor os seus hábitos de consumo;
  • avaliar a eficácia das ações de marketing realizadas;
  • identificar possíveis riscos e novas oportunidades;
  • identificar as tendências do mercado, entre outras vantagens.

Quais são os tipos de análise?

A análise de dados pode ser feita seguindo diversos padrões técnicos. A seguir, apresentamos três modelos paradigmáticos que, devido ao seu potencial, podem trazer bons resultados para a maioria das organizações. Confira!

Análise descritiva

A análise descritiva é aquela que vem sendo realizada de forma tradicional e permite que as empresas saibam o que está acontecendo, em tempo real, e tomem decisões imediatamente baseadas nessas caracterizações.

É inegável que a análise só pode ser considerada útil se ajudar a tomar decisões precisas. Afinal, sua empresa pode reunir grandes quantidades de dados, mas, se não tiver os recursos necessários para convertê-los em informações que impulsionem os negócios e ofereçam soluções realmente adaptadas às suas necessidades, não obterá benefício algum.

Análise preditiva

Após conhecer a situação atual do seu negócio e tomar decisões com base nela, você pode ir além e realizar uma análise preditiva que permitirá prever e se antecipar a possíveis cenários.

Essas previsões são feitas com base em informações passadas e presentes, permitindo que eventos com alto grau de probabilidade sejam presumidos.

A análise preditiva vai trabalhar com possibilidades, chances de um evento acontecer, e você decide como vai trabalhar estes dados.

Um exemplo de análise preditiva é quando você coloca um endereço no GPS, ele calcula uma rota e consegue estimar o tempo de deslocamento. Este tempo é uma previsão baseada em deslocamentos anteriores e nas variáveis disponíveis no momento, como distância, velocidade máxima nas vias e transito local.  

Análise prescritiva

Esse modelo procura, de modo geral, responder à pergunta: como podemos fazer algo acontecer? Pode-se dizer que é um aprendizado que se adapta para conseguir oferecer o melhor resultado possível em cada situação real que deve ser enfrentada.

A análise prescritiva baseia-se na aplicação das regras de negócio, algoritmos, machine learning e procedimentos de modelagem computacional. Para tanto, diferentes conjuntos de bases de dados são utilizados, incluindo dados históricos, transacionais, em tempo real e Big Data.

Um pouco além do que a análise preditiva faz, a análise prescritiva vai dizer o que você deve fazer naquele momento.

Um exemplo de análise prescritiva é quando você informa o destino e o GPS fala para você: Vire à direita e depois vire à esquerda. Você segue as ordens e chega no seu destino. 

Como usar a análise de dados na tomada de decisões e obter insights dos resultados?

Para obter insights dos resultados de sua análise e empregá-los na tomada de decisões, você deve:

  • definir um objetivo: entenda a origem de sua base de dados e determine o problema que quer resolver;
  • explorar os dados: encontre os primeiros indícios (hipóteses ou pré-conclusões) com o auxílio do modelo descritivo e elabore gráficos e estatísticas numéricas, listando-os por ordem de importância;
  • analisar os dados com um software: selecione as técnicas que serão utilizadas para corroborar as hipóteses que levantou na etapa de exploração;
  • criar um relatório: resuma as conclusões que obteve, explicando aos demais suas conclusões, bem como as dificuldades que encontrou e quais serão os próximos passos.

Qual o impacto da análise de dados na organização?

Analisar as informações disponíveis de maneira sistemática e organizada confere ao líder empresarial toda a tranquilidade e segurança necessária para a perfeita realização de seu trabalho, além de passar o sentimento de que o ambiente pelo qual ele é responsável está sob controle.

Nesse contexto, a análise de dados impacta positivamente a empresa, tornando rápida e fácil a implementação de melhorias e a realização de estudos voltados precisamente às necessidades de cada momento.

Gostou do artigo? Então, assine a nossa newsletter e receba em primeira mão, diretamente em seu e-mail, os melhores conteúdos sobre Inteligência de Negócios!

Portfolio Items